Tudo vem de Ti, Senhor

“Exalta-te, Senhor, na tua força! Nós cantaremos e louvaremos o teu poder” (Salmo 21:13).

Esse Salmo termina da única maneira que poderia terminar.
O último versículo é muito semelhante ao v. 1, onde nós encontramos alegria na força do Senhor, e aqui diz: “Exalta-te, Senhor, na tua força”, mas uma vez estes dois conceitos se fundem e nos apresentam o corpo central deste Salmo.
Eu me converti numa época de muitos escândalos, quando pregadores estavam caindo por escândalos financeiros, morais, mas o curioso é que, ao ler a biografia destes homens, eu descobri que no princípio, eles eram pessoas sinceras (pelo menos tudo indicava) mas, com o passar dos anos, as pessoas bateram no ombro destes homens e disseram: “você é importante, você é muito importante”, e, eles começaram a acreditar que eram muito importantes, até que um dia, a consequência: a queda foi terrível.
Sabe, a razão da vitória não é nossa, por isso nós devemos orar antes da batalha, para que tenhamos a graça de Deus durante a batalha, mas, depois da batalha nós precisamos voltar os olhos aos céus e lembrar que a causa da nossa vitória é a graça de Deus e não a nossa própria força.
Talvez você esteja vivendo lutas, confie em Deus.
Agora, se você já venceu, prosperou, recebeu algo de especial, não se esqueça da fonte: Deus é aquele que te concede a vitória.