Sob o controle de Deus.

“Ele lhes respondeu: Por que temeis, homens de pouca fé?” (Mateus 8:26a).

No poema de Annie Johson Flint encontramos uma bela descrição dos encontros e desencontros da vida.
“Num edifício fabril há rodas e engrenagens, há manivelas e polias, correias apertadas ou folgadas… Algumas giram velozmente e outras lentamente; algumas impulsionam para frente, outras puxam para trás (…) Todas as contradições, difíceis de entender, E a força que as segura, acelera e retarda, Que as faz parar e começar e as guia, é a mão do nosso Pai.”
Talvez grande parte do nosso stress na vida deva-se ao nosso desejo desenfreado de controlar tudo que está à nossa volta.
Mas, isso não passa de um desejo pecaminoso de tomarmos o lugar de Deus, um desejo mesquinho de independência de Deus.
A Bíblia diz na carta aos Hebreus 1:3 “O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas”.
Note “sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder”.
Jesus é quem dá ordem ao universo e a tudo que está à nossa volta.
Assim, mesmo quando nos deparamos com contradições na vida, deixemos de lado o desejo de controlar e confiemos no controle de Deus.