Satisfazer a Deus

“Porás certamente sobre ti como rei aquele que escolher o Senhor teu Deus; dentre teus irmãos porás rei sobre ti; não poderás pôr homem estranho sobre ti, que não seja de teus irmãos. Porém ele não multiplicará para si cavalos, nem fará voltar o povo ao Egito para multiplicar cavalos; pois o Senhor vos tem dito: Nunca mais voltareis
por este caminho” (Deuteronômio 17:15, 16).

Considero muito interessante que em Deuteronômio capítulo 17, a passagem quando Deus “fala” dos requerimentos de um rei, Ele diz que o rei não deveria multiplicar para si, cavalos e carruagens.
Em outras palavras, Deus estava querendo dizer ao rei, “eu não quero que você construa, prepare ou edifique um grande exército, porque eu não quero que você mantenha o mesmo tipo de poder das nações ao seu redor, porque eu quero que você seja um líder diferente deles, eu uero que você confie em mim, quero que você veja em mim o único
recurso, a única fonte da sua vitória”.
A ideia é muito simples, esta nação de Israel, não podia ter plano “B”.
Meu pai sempre me dizia que, quando nós planejamos alguma coisa, nós devemos ter um plano “B”; se a primeira alternativa não der certo, você corre imediatamente para
a segunda.
O que Deus estava dizendo para a nação de Israel era: vocês não terão plano “B”, vocês têm apenas um plano: satisfazer o seu Deus, e se o seu Deus estiver satisfeito, vocês terão vitória, mas, se vocês não satisfizerem o seu Deus, então vocês não têm saída.
Não, o Senhor não nos proíbe de planejar e ter variações em nossos planos, mas, tal como o povo de Israel, devemos viver em fé e fidelidade.
Se Deus não abençoar nossos planos, estaremos planejando para fracassar!