Reconhecimento

Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio a teus próprios olhos” (Provérbios 3:5-7).

No mundo atual, na sociedade em que vivemos, é importante ser importante.
É desejável ser conhecido, reconhecido, ser capaz, ser notado.
Quando percebemos, também estamos vivendo esse estilo de vida que valoriza a capacidade do ser humano, que valoriza as realizações individuais.
Apesar de termos nosso valor, devemos sempre nos lembrar de quem somos.
Somos criaturas frágeis, que não podem garantir sua própria sobrevivência; se nos faltar o oxigênio, se nossos órgãos vitais deixarem de funcionar, se vivenciarmos um desastre natural não mais existiremos.
É preciso ter sempre em mente que somos dependentes de Deus.
É d’Ele que depende nossa vida, é Nele que depositamos nossa confiança, é Ele quem nos dá a vida, a capacidade, a habilidade.
Muitas vezes supomos que somos muito inteligentes, muito habilidosos, muito tenazes e nos esquecemos de quem nos criou e nos sustenta.
Fique atento: na próxima vez que orar pedindo que Deus o ajude ou oriente em alguma situação, lembre-se de dar glórias a Ele ao fim do episódio.
Quando for bem-sucedido em alguma empreitada, não receba as glórias, os elogios sozinho.
Lembre-se d’Aquele que é sempre por nós.
“É necessário que ele cresça e que eu diminua” (João 3:30).