Olhe para o alto

“E, chegando Faraó, os filhos de Israel levantaram seus olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então, os filhos de Israel
clamaram ao Senhor” (Êxodo 14:10).

Em Êxodo14:1-4 perceba que Deus ordenou ao povo que voltasse.
Eles moravam em Ramessés.
Viajaram para o sul até Etã, então Deus falou com Moisés e disse para irem a Baal-Zefom, em outras palavras, voltem tudo de novo.
Baal-Zefom era um beco sem saída.
Ao norte ficavam algumas fortalezas egípcias, ao sul havia o vasto deserto egípcio de Mizraim (nada seguro).
Para o oeste ficava Ramessés e eles tinham acabado de vir de lá, e não podiam voltar.
Ao leste havia o Mar Vermelho.
O povo aprendeu ali uma grande lição: quem eles eram e Quem Deus Era.
Até então eles pensavam que poderiam sair pelo mesmo caminho que tinham vindo.
Então um estrondo rasgou os céus, seria um trovão?
E, quando eles procuraram, viram milhares de egípcios, sedentos de sangue, prontos para passar com seus carros sobre eles.
Então eles ficaram com muito medo, e pela primeira vez os filhos de Israel clamaram ao Senhor.
É incrível como a dificuldade transforma os orgulhosos em humildes.
Quando a situação aperta, a única saída é olhar para o alto e clamar por ajuda divina.
Situações difíceis são necessárias para mudar os hábitos de uma vida.