O que você vê?

“Está aqui um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixinhos; mas que é isto para tantos?” (João 6:9).

Na passagem de João 6:1-15 podemos notar a diferença entre a atitude de Filipe e a atitude de André.
De certa forma, a maneira como ambos responderam diante da situação ilustra muito bem como a maioria de nós responde.
O primeiro enxergou apenas os problemas, ele conseguiu calcular todo o grau de dificuldade, conseguiu demonstrar todo o brilhantismo da crítica, mas nenhuma solução.
Não é interessante como as pessoas apresentam com grande facilidade críticas, lamúrias e recalques mas nenhuma solução?
Como pastor, recebo em meu gabinete várias pessoas, estou sempre aberto para ouvir a opinião e a crítica daqueles que me cercam.
Mas havia um jovem que era membro da igreja que eu pastoreava que semana após semana me apresentava alguma crítica, até que um dia eu lhe disse: “Todas as vezes que você tiver uma crítica eu gostaria que você me apresentasse também uma solução possível para o problema”.
Nunca mais ele me apresentou uma crítica sequer, nunca mais ele falou dos problemas, não porque os problemas deixaram de existir, mas porque sua mente só trabalhava na direção de detectar problemas, porém nunca na direção de encontrar soluções.
Que possamos confiar no Senhor sabendo que ele pode multiplicar nossa pequena solução!