Nem tudo está perdido

“O Senhor se lembra de nós e nos abençoará” (Salmo 115: 12a).

Lares desfeitos.
Famílias desintegradas.
Jovens nos vícios.
Crianças desnorteadas.
Movimentos estranhíssimos reivindicando direitos.
Assassinatos, suicídios, violência, relacionamentos amorosos condenados por Deus, corrupção, prostituição,pedofilia, etc., etc., etc…
O que está acontecendo?
Mal do século?
Mal dos tempos?
Sim, mal dos tempos sem Deus, quando é proibido falar de Deus nas escolas, quando é proibida a Bíblia em repartições públicas.
Quando as crianças crescem sem temor, amor, respeito a Deus.
Oração?
O que é isso?
Para que serve?
Será que tudo está perdido?
Não, nem tudo está perdido.
Nós, crentes em um Deus Verdadeiro, podemos amenizar o problema.
Como?
Sendo exemplos de cristãos com nossas atitudes e comportamento.
Atingindo os que estão à nossa volta com conceitos de moral e caráter dignos.
Levando as pessoas a acreditarem que existe um Deus que deve e tem que ser amado, respeitado, temido.
Cuidando para que nossas crianças tenham contato diário com esse Deus através de: orações, cultos domésticos, escola bíblica, boas leituras, bons programas de TV, Internet fiscalizada pelos pais, e, principalmente que vejam em nós exemplos de pessoas dignas que vivem pela salvação em Cristo.