Nascidos de Deus

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (João 15:4,5).

Esse episódio me fez sorrir: Um homem procurou a secretaria da escola: “Por favor,” disse ele para a secretária “eu gostaria de aprender a ler e a escrever”.
“Claro”, respondeu a secretária com voz de tédio, “apenas preencha esse formulário”.
Ela não entendeu a real necessidade do homem.
Penso que algumas vezes somos como essa secretária.
Não entendemos a real necessidade da humanidade.
Veja uma das definições teológicas de nossa condição: chama-se “total depravação”.
Isso significa que todas as partes do nosso ser estão afetadas pelo pecado.
Por isso, inclinamos para fazer o que é mal e o que é errado.
Claro, isso não significa que pratiquemos todo o mal que poderíamos.
No entanto, a verdade é que precisamos não de uma vida diferente, mas de uma vida nova!
Essa vida está disponível em Jesus, pois quando Nele cremos experimentamos o que a Bíblia chama de novo nascimento e recebemos Seu Espírito para sermos capacitados a viver produzindo seus frutos.
Sem Jesus nada podemos…
Com Jesus tudo podemos!