Genealogia do Mestre – 2

“E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama o Cristo” (Mateus 1:16)

* Abraão: Encontramos em Gênesis a história do Pai da Fé, Abraão.
Vemos ali suas virtudes.
Deixar sua terra e buscar uma pátria que seria edificada por Deus; ter a ousadia de levar o próprio filho para ser sacrificado, por temor a Deus.
Vemos também suas incoerências.
Ter contado uma mentira sobre sua mulher, colocando-a sob o risco de ser abusada sexualmente por outro homem!
* Davi: O matador de gigantes!
A mente de qualquer pessoa recordaria de sua vitória contra o duelista Golias.
De seus triunfos sobre os filisteus, sua capacidade de unificar as tribos e estabelecer Jerusalém.
Mas também, suas incoerências, sua traição, seu plano maquiavélico para tirar a vida de Urias.
Virtude e vício.
Sombra e luz.
* Mulheres: Tamar, uma mulher cananeia, que se passou por prostituta para seduzir Judá.
Raabe, prostituta de Jericó.
Rute, a moabita fiel e dedicada.
Bate-Seba, a adúltera.
Virtudes e vícios, coerências e incoerências, sombras e luzes.
Essa é a história deles, mas é também a nossa história, composta de virtudes e vícios, de coerências e incoerências, de sombras e luzes!
A grande lição dessa genealogia era que no meio desse turbilhão de altos e baixos, vícios e virtudes, Deus estava construindo uma ponte de graça que culminaria no nascimento do Salvador, Jesus!