Genealogia do Mestre 1

“Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão” (Mateus 1:1).

Ao lermos Mateus 1:1-17, percebemos que são 17 versículos que consistem em nomes, quem foi o pai de quem por 42 gerações.
A árvore genealógica de Cristo é importantíssima.
Por quê?
Simplesmente porque nos diz quem é Jesus.
Vejamos: os leitores daquela época eram judeus.
A ideia era dizer: você sabe quem foi Abraão, Isaque e Jacó?
Pois esse Jesus é descendente deles.
A genealogia contada por Mateus relembrava o povo de sua própria história.
Nos dias de Jesus, Israel precisava olhar para trás para encontrar seu propósito.
Eles não podiam esquecer que eram o povo que havia sido libertado do Egito, recebido os 10 Mandamentos e conquistado a Terra Prometida.
Mas, se tornaram escravos de nações estrangeiras, e, por conta disso, toda a glória de Deus parecia fazer parte de um distante passado, uma sensação de que Deus não passava de uma boa lembrança.
Uma estranha sensação de abandono divino…
Viviam como órfãos espirituais.
Porém ao apresentar as sombras, as luzes, os fracassos e as glórias…
Sim, Deus estava com eles.
Nós também precisamos aprender a olhar para trás e ver a ação de Deus, a poderosa mão de Deus agindo através da história.
Sem dúvida encontraremos fracassos, lutas, tristezas…
Mas Deus nunca abandona Seu povo, Ele permanece fiel através de toda a história.