Crer no Invisível

“Porquanto (Moisés) considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas do que os tesouros do Egito, porque contemplava o galardão” (Hebreus 11:26).

Se nós temos fé em Deus, somos pessoas dispostas a abrir mão de pessoas, de circunstâncias, de prazeres transitórios.
Deixe a tentação ficar onde ela está.
Não crie falsas expectativas, siga sempre a voz de Deus.
Moisés estava disposto a enfrentar os sofrimentos e as dificuldades por causa de Deus.
Pela fé ele abandonou o Egito e nem ficou amedrontado pela cólera do rei, antes permaneceu firme como quem vê Aquele que é Invisível.
Moisés não teve medo das circunstâncias.
Moisés não ficou assustado com o que poderia acontecer.
E a razão pela qual Moisés teve coragem de abrir mão de relacionamentos, de ‘status’, de prazeres transitórios, a razão pela qual ele
teve ousadia de enfrentar dificuldades e angústias pela fé, é porque Moisés permaneceu firme como quem vê Aquele que é Invisível.
Todos os dias podemos ver os prazeres transitórios que normalmente são atraentes como um ímã.
Ou, por outro lado podemos ver Deus.
Nós podemos ver a estabilidade de relacionamentos, ainda que prejudiciais à nossa fé, ou podemos ver Deus.
Se você ousar crer em Deus eu garanto que muitas circunstâncias em sua vida serão transformadas.