Como a fé funciona?

“Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares” (Josué 1:8,9).

Costumo dizer que a fé funciona para quem funciona.
Raramente os tímidos, amedrontados que sofrem de covardia crônica conquistam alguma coisa significativa na vida.
O convite para uma vida de fé não é um convite para negarmos nossos sentimentos e inseguranças, mas uma convocação a agirmos apesar delas.
Pense nas grandes e conhecidas histórias da Bíblia em que pessoas humanas, não anjos ou seres sobre-humanos, realizaram coisas extraordinárias, triunfaram sobre poderosos impérios.
Outros não temeram nem mesmo entregarem-se à morte, afinal de contas, se certo “grau de temor” pode ter alguma utilidade, a covardia jamais!
Fé e covardia não caminham juntas, pois são antagônicas em sua natureza, pois a primeira nos diz para confiarmos em Deus, já a segunda nos diz para temermos as circunstâncias.
Todos os dias as duas nos convidam para um passeio…
É certo que não poderemos passear com uma enquanto flertamos com a outra.