As marcas da igreja – uns aos outros

“Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros” (João 13:35).

Vivemos um momento na igreja em que a figura do pastor é a identidade de uma igreja, muitas igrejas são conhecidas pela personalidade dos homens que estão à frente e toda igreja acaba girando em torno dessa figura pastoral.
E sim, a figura do pastor é importante, mas a igreja não deveria ser pastorcêntrica, a marca de uma igreja não deveria ser um pastor, mas o seu povo.
Veja o que a palavra de Deus diz: “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei” (João 15:12).
“Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros” (Romanos 12:10).
“Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado” (Hebreus 3:13).
“Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis” (1 Tessalonicenses 5:11).
Como vemos nas passagens acima, a igreja deve ser conhecida com um local onde a palavra de Deus é pregada, onde suas virtudes são proclamadas, não por uma pessoa, mas uns aos outros, exortando, edificando e consolando mutuamente.
Fomos chamados para fazer discípulos e não para fazer uma torcida!