As marcas da igreja – 1

“Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade” (1 Timóteo 3:15).

A igreja é um projeto criado por Deus, mas lembre-se, que não estamos falando de uma denominação e sim desse ajuntamento, eu sou o templo do Espírito, mas quando eu me reúno de forma organizada em uma eklesia, me torno a igreja de Jesus!
E por que, tantas denominações?
Uma parte do corpo gosta de ensinar, outra gosta de pular, outra gosta de gritar e ainda tem muitas outras que não tem a menor ideia do que estão fazendo, por isso, nos denominamos, colocamos nomes, para que haja identificação e as pessoas possam se ajuntar por afinidade.
Então, a Igreja Bíblica, a Igreja Batista, a Presbiteriana, a Metodista, a Assembleia de Deus levam esses nomes como uma forma de identificação, assim as pessoas, templo do Espírito Santo podem congregar nessa ou naquela, de acordo com o estilo de cada igreja, segundo a afinidade de cada um.
Mas lembre-se que o estilo jamais se sobrepõe à palavra, a fidelidade às Sagradas
Escrituras deve ser a nossa maior razão de estarmos em uma igreja.
A “igreja” pode até ter até ter um grande impacto social, causar um frenesi nas pessoas que ali frequentam, ser um lugar de pessoas amáveis e carinhosas, mas se não estiver alicerçada nas Sagradas Escrituras será um movimento fadado ao fracasso!
Que a sua igreja seja um caminho iluminado, não pela figura de um homem, mas pela palavra de Deus.

See Less