A unidade que Jesus ensina

“Pois receio que, quando chegar, não vos ache como eu vos quero, e eu seja achado de vós como não me quereis: que, de alguma maneira haja
contendas, invejas, iras, porfias, detrações, mexericos, orgulhos, tumultos” (2 Coríntios 12:20).

A comunhão entre o povo de Deus é muito importante.
Devemos nos preocupar com os nossos irmãos.
Paulo pregava muito a união entre os membros da igreja.
A vida de Paulo era ligada a de seus convertidos e ele tinha um imenso amor por eles…
Deus quer que sejamos unidos. Quando Jesus se preparou para morrer disse: “A fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste” (João 17:21).
O amor verdadeiro obedece aos mandamentos de Jesus.
Como bons cristãos, devemos colocar em prática a unidade.
A unidade real requer humildade, amor pelos irmãos e, acima de tudo, amor pelo Senhor e por Sua Palavra.
A unidade que o Senhor quer é aquela que está entre Ele e os seus seguidores.
Devemos respeitar o choro do irmão sem julgá-lo.
Permitir que o irmão fale tudo que está em seu coração, ouvindo com paciência e atenção.
A Bíblia ensina que devemos chorar com os que choram (Romanos 12:15).
Que Deus nos ajude a desenvolver a mente de Cristo para servi-Lo juntos!