A Igreja de Cristo

“… todas as igrejas saberão que Eu Sou Aquele que esquadrinha os rins e os corações, e darei a cada um de vós, segundo as vossas obras” (Apocalipse 2:23b).

Todos nós, em algum momento, podemos ter sofrido desapontamento com as igrejas.
Há novecentos anos, as Cruzadas, em nome da igreja, em nome de Cristo, decidiram que matar pessoas era o caminho legítimo de se alcançar o Reino de Deus.
Em consequência disso, pessoas foram torturadas por causa de suas crenças.
Desembainhar as espadas era o método mais eficiente de evangelização que eles conheciam.
Há quinhentos anos, a inquisição espanhola matou protestantes, judeus, muçulmanos.
Eles foram torturados, queimados, em nome da igreja, em nome de Cristo.
Há cento e cinquenta anos, muitas igrejas apoiaram a escravidão.
Apesar de todos esses períodos de grandes trevas sobre a igreja, ela continuou sendo edificada.
Em meu livro, ‘Igreja, um Divino Projeto’, escrevo sobre o propósito de Deus de edificar a igreja por ocasião de Pentecostes.
A ideia que encontramos em Mateus 16:18 (“… edificarei a minha igreja”) é que nada impediria a edificação da igreja de Jesus Cristo.
Não importa.
Não importa quantos fanáticos se levantem, ou que o mundo vá de mal a pior…
Jesus continua congregando aqueles que a Ele pertencem, e edificando a Sua Igreja!